sábado, 17 de novembro de 2018

Frango do campo guisado

Há uns tempos trouxe da aldeia um frango criado ao ar livre.
Estes frangos são deliciosos têm uma carne mais fibrosa e um sabor único devido à alimentação natural.
Dantes lá na aldeia este frango fazia-se no lume de brasas em panelas de ferro e era cozinhado com o aroma dos temperos, da calma e do fumo da lenha!
Hoje tentei fazer com os temperos e a calma de outros tempos ,....o fumo,esse não é possível reproduzir!


Ingredientes


1 frango com campo
1 cebola
1 folha de louro
Azeite Fonte da Bica
Banha 
Alho
Sal
Pimenta
Pimentão-doce
Aguardente
Vinho do Porto
Ervas de Provence Ervital
Salsa
Chouriço caseiro

Preparação

Cortar o frango em pedaços, mas deixar algumas peles. Colocar num recipiente para marinar.

Marinada
Cebola picada, alho picado, louro, salsa picada, sal, pimenta, ervas de Provence, pimentão-doce, Aguardente e vinho do Porto. Envolver tudo muito bem com o ferango , tapar com pelicula e levar ao frigorifico de um dia para outro.

Na hora de cozinha ( 1 ou 2 horas antes de servir porque é uma carne rija) colocar banha e azeite num tacho largo para que possa fritar todo o frango e não ficar sobreposto e quando as gorduras estiverem quentes colocar só o frango a fritar até ficar dourado. Quando estiver dourado, adicionar a marinada , envolver e deixar cozinhar em lume brando.
Rectificar os temperos e caso seja necessário pode-se adicionar mais vinho do porto e aguardente bem como um pouco de água. Deixar cozinhar até ficar tenro.

Servi com batata frita. 
Harmonizei com um vinho tinto Herdade de São Miguel da Casa Relvas


Notas de prova

- Cor

Rubi intenso com reflexos violetas

- Aroma

Aroma maduro de frutos vermelhos bem integrados com notas de especiarias e balsamico

- Paladar

Equilibrado, redondo, sabores de frutos e especiarias. Boa estrutura de taninos bem polidos







Bom Apetite!

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Marble Bundt cake

Hoje em culinária é o dia Internacional do Bundt Cake. Para não esquecer o dia, resolvi fazer um tradicional bolo mármore que todos cá em casa apreciamos! A receita nunca falha e o sabor é delicioso!


Ingredientes

3 ovos
200 gr de açúcar
250 gr de farinha T65
2 colheres de chá de fermento Royal
150 gr de manteiga sem sal
1 lata de creme de leite ( 170 gr)
2 colheres de sopa de chocolate em pó
1 colher de sobremesa de açúcar baunilhado( facultativo)
1/ colher de café de canela


Preparação

Untar com manteiga uma forma de Bundt cake ou outra com vulcão.
Pré-aquecer o forno a 180º


Bimby

Colocar no copo a manteiga, o açúcar, os ovos e o creme de leite e bater 4 min/ vel 3
Adicionar a farinha com o Royal e bater 3 min/ vel 3.

Verter para a forma em montes separados metade da massa .
Voltar a colocar o copo na bimby e adicionar o chocolate em pó e bater 3 min/ vel 3
Preencher os espaços da forma com esta massa de chocolate e com uma colher tentar fazer riscos na massa.

Levar ao forno a 180º até ficar cozido. Fazer o teste do palito.





Modo tradicional

Colocar num recipiente a manteiga, o açúcar, os ovos e o creme de leite, e bater bem com a batedeira.
Adicionar a farinha e envolver muito bem.

Verter para a forma em montes separados metade da massa .
Voltar a colocar o copo na bimby e adicionar o chocolate em pó e bater 3 min/ vel 3
Preencher os espaços da forma com esta massa de chocolate e com uma colher tentar fazer riscos na massa.








Bom apetite!


domingo, 11 de novembro de 2018

Pão de trigo com fermento natural e fermentação longa

Fazer pão é um modo de amar os outros e a nós mesmos, cada vez queremos fazer melhor e mais saudável!
Há algum tempo que tenho andado em busca de diferentes modos de usar o conhecimento ancestral que os antepassados usavam, leio, estudo e procuro receitas antigas. Hei-de fazer cada vez melhor!
Hoje trago um pão de trigo biológico e fermento natural. 

Ingredientes

120 gr de fermento natural
250 gr de água
300 gr farinha T 65
50 farinha T 80
50 gr de farinha T150
8 gr de sal

Nota:
O fermento natural é uma cultura de leveduras , onde os ingredientes principais são a farinha e água, deixo um link onde podem perceber como se faz : http://flordesal.blog.br/como-fazer-fermento-natural-levain-sourdough/, outra alternativa é no YouTube pesquisar vídeos para perceber como se faz. https://www.youtube.com/user/NorthwestSourdough/videos
Este fermento guarda-se no frigorífico de umas vezes para outras, só tem que se alimentar uma vez por semana.

Preparação

  1. Colocar o fermento natural num recipiente e adicionar a água à temperatura ambiente, envolver.Adicionar a farinha e o sal, e mexer bem com as mãos. Tapar com película ou saco e deixar repousar 1 hora
    1 fase de amassadura
  2. Passa 1 hora pega-se numa ponta da massa , estica-se e dobra-se em direcção ao centro, repete-se de modo a fazer os 4 cantos da massa.
    2ª amassadura 
  3. Igual ao passo 2 e repete-se mais duas vezes. Este modo de esticar e dobrar para o centro são 4 vezes. Nota: cada volta que se dá ,a massa vai ficando mais elástica e lisa.
  4. Depois de fazer as 4 vezes, faz-se uma bola e deixa-se descansar sobre a superficie de trabalho durante 30 minutos.
  5. Colocar farinha sem gluten num pano que se coloca num recipiente e põe-se a massa moldada , tapa-se com um saco ou película e leva-se ao frigorífico durante no mínimo 8 horas 
  6. Passado este ou mais tempo, retira-se do frio e deixa-se levedar 3 horas a uma temperatura de 22º, eu coloco no microondas, pois tem uma função de levedar
  7. Pré-aquecer o forno a 250º com uma panela ou recipiente com tampa lá dentro para aquecer
  8. Quando estiver quente, coloca-se o pão lá dentro, borrifa-se com água, tapa-se de deixa_se cozer 40 minutos. 
  9. Destapa-se a panela e deixa-se ficar a 200º durante mais 10 minutos para ganhar cor dourada

Quando se retira, deixar arrefecer para cortar.




Bimby
A única fase que se pode fazer na bimby é a 1º. 
Colocar o fermento com a água no copo e envolver 2 min/ vel 1
Adicionar os restantes ingredientes e programar 5 min/ vel espiga
Retirar para um recipiente e começar a fazer as etapas da 2 até à 9




Bom Apetite!




sábado, 10 de novembro de 2018

Bolo de mel com banana



Hoje para o São Martinho trago um bolo de mel tradicional. Quase que dispensa apresentação, mas digo que é fofo, delicioso e muito fácil de fazer!




Ingredientes ( 1 bolo )

5 ovos
1 + 1/2 chávena de farinha com fermento
1/2 chávena de açúcar 
1 colher de café canela 
Raspa de 1 limão
1/2 chávena de mel
1/2 chávena de azeite 
1 banana madura


Este bolo lá na aldeia amassa-se todo à mão e e em alguidares de barro, porque a quantidade que se fazia não se podia fazer com batedeira.

Eu vou simplificar a vida e usar a bimby, no entanto deixo o modo de fazer tradicional, tal e qual se faz lá.
 as chávenas que usei são as medidas normalizadas Preparação

Bimby

Pré-aquecer o forno a 180º
Untar uma forma de buraco ou de bolo inglês com manteiga e polvilhar com farinha

Separar as gemas das claras.

Colocar a borboleta e adicionar as claras, bater 5 min/ vel 4, no fim adicionar o açúcar e bater 4 min/ vel 4. Retirar e reservar
Colocar no copo a banana e triturar 10 seg/ vel 3

Colocar no copo com a borboleta o mel com o azeite e as gemas e a canela , e bater 6 min/ vel 4. 
Adicionar metade da farinha  metade das claras, bater 2 min/ vel 3, repetir até acabar a farinha e as claras.
Verter a massa para a forma e levar ao forno a 180º. Fazer o teste do palito para verificar se está cozido.

Modo tradicional

Coloca-se num recipiente o mel  e bate-se muito bem com as mãos ou com batedeira.
Adicionar o azeite com as gemas e a banana desfeita e a canela. Voltar a bater muito bem, para ficar todo homogéneo.

Bater as claras em  castelo , quando estiverem adicionar o açúcar e bater muito bem.
Adicionar à massa alternadas com a farinha.
Adicionar legenda

Verter para a forma e levar ao forno a 180º até que esteja dourado e cozido. Fazer o teste do palito.


Bom Apetite!



sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Batata-doce à Moleira

Hoje trago um acompanhamento deliciosamente fácil que aprendi na escola com o chef Óscar !
Ele fazia com batata branca, eu como adoro batata-doce resolvi mudar o ingrediente principal e o sabor também mudou para melhor! É um acompanhamento muito simples , económico e delicioso!Excelente para levar na marmita.


Ingredientes ( 4 doses)


3 Batata- doce 
1 Cebola grande
Salsa a gosto
2 folhas de louro 
Azeite q/b
Óleo para fritar
Sal a gosto

Preparação

Como usei batata-doce, lavei-as bem mas não descasquei.
Com a mandolina cortei em rodelas da espessura pretendida, eu gosto finas e coloquei em água. Reservar
Descascar a cebola e com a mandolina, cortar em 1/2 luas finas. Reservar
Uma parte da salsa é para picar a restante pode ficar em folhas.

1ª etapa:
Colocar o óleo a aquecer e fritar as batatas até ficarem douradas a gosto. Retirar e colocar num recipiente de servir. Repetir até todas estarem fritas.

Modo tradicional

Colocar a cebola numa frigideira com o azeite suficiente, as folhas de salsa e as folhas de louro ( tudo a gosto) e com o lume médio para a cebola não queimar deixar refogar .Quando estiver verter sobre as batatas e polvilhar com a salsa picada. Tapar uns minutos e servir.


Bimby

Colocar o azeite com as folhas de salsa  o louro e a cebola  no copo, a quantidade de azeite deverá ser metade do volume da cebola para não queimar

Programar 8 min/ 100º/ vel 2 inversa. Verificar se precisa mais algum tempo pois o tempo varia com a quantidade de cebola que se utilizou

Quando estiver verter sobre as batatas e polvilhar com a salsa picada. Tapar uns minutos e servir.

Bom Apetite

terça-feira, 6 de novembro de 2018

Farinheira de Porco Preto à Brás

Tenho feito para entradas alheira-à-Brás e é deliciosa.
Hoje resolvi fazer com farinheira de porco preto alentejano, posso dizer que fica excelente este prato! E fácil.


Ingredientes

1 farinheira de porco preto
150 gr de batata palha ( pode ser doce)
3 ovos
1 cebola média
Salsa 
2 colheres de sopa de azeite

Preparação

Nota: como a carne de porcom preto é bastante gorda, optei por usar muito pouco azeite e assim não ficou um prato cheio de gordura

Retirar a pele à farinheira e com um garfo desfazê-la .


Modo tradicional

Cortar a cebola com a mandolina em 1/2 luas e colocar numa frigideira a refogar sem queimar com o azeite.
Entretanto retirar a pele à farinheira e com um garfo desfazê-la .
Quando a cebola estiver dourada, adicionar a farinheira e deixar fritar bem, para largar a gordura e ficar mais crocante.
Quando achar que está bem frita, adicionar a batata palha e envolver
Bater os ovos numa tigela e adicionar ao preparado, envoolver e deixar cozinhar até ficarem ao gosto.
Por fim polvilhar com a salsa picada e servir de imediato!
Bimby

Colocar a cebola com o azeite no copo e refogar 4 min/ 120º/ vel col inversa

Adicionar a farinheira desfeita e deixar fritar 5 min/ 120º/ vel 1
Adicionar a batata palha e envolver 3 min/ vel 1,5
Adicionar os ovos  e deixar cozinhar a 80º na vel 1,5 até ficarem a gosto, eu gosto húmidos
Retirar e polvilhar com a salsa picada, servir de imediato!









Este delicioso prato de origem alentejano, foi harmonizado com um Vinho tinto Trinca Bolota da Herdade do Peso 


Nota de prova: 
Cor rubi intensa. Aroma a fruta viva vermelha com um lado floral dado pela Touriga Nacional. Em boca é muito equilibrado, com taninos muito suaves, acidez refrescante que lhe dá prolongamento em boca e o torna muito gastronómico.






Bom Apetite!


domingo, 4 de novembro de 2018

Migas de Tomate e pão

Adoro a comida alentejana, cheia de aroma e sabor!
A  minha aldeia faz fronteira entre a Beira Baixa e o Norte Alentejo ,logo a minha infância foi pautada com estes sabores e modos de cozinhar deliciosos! Hoje trago um modo de aproveitar as sobras de pão da véspera delicioso!



Ingredientes

Pão duro
1 ou 2 tomates maduros
1 cebola grande
+/- 30 gr de azeite virgem
Sal
Coentros 

Preparação

Modo tradicional

Laminar a cebola em rodelas e colocar a refogar com azeite.
Cortar o tomate em pedaços pequemos ou picar com a faca. Quando a cebola estiver quase refogada, adicionar este tomate e deixar cozinhar em lume baixo.

Colocar o pão duro em água para amolecer.
Quando o tomate estiver cozinhado  e quase desfeito, espremer com as mãos o pão e adicionar ao refogado, temperar com sal e deixar cozinhar até ficar um pouco seco, mexendo sempre.

Na hora de servir, polvilhar com coentros picados grosseiramente.





Bimby


  • Coloque num recipiente o pão demolhado em água e reserve.
  • Coloque no copo o azeite, a cebola laminada e deixe cozinhar 5 min/ 120º /vel 1
  • Adicione o tomate picado com a faca e programe 5 min/100º /vel 1.
  • Insira a borboleta. 
  • Coloque no copo o pão demolhado, um pouco da água em que demolhou, o sal e programe 7 min/100°C/Counter-clockwise operation/vel Gentle stir setting. Sirva de imediato polvilhado com coentros.



Bom Apetite!